Categoria: Saúde

Vapor Bath um aliado para gripe nos bebês

450xN

 

O JOHNSON’S SOOTHING VAPOR BABY BATH é uma espuma de banho enriquecida com eucalipto e mentol que proporciona conforto aos sintomas desagradáveis da gripe e ainda ajuda a desentupir o narizinho do bebê. Não conhecia este produto ganhei  de uma amiga que trouxe dos USA para o João. O produto é muito bom meu bebê estava com uma gripe e o produto ajuda bastante no tratamento. Este tempinho frio judia muito das nossa crianças, então todo aliado é bem vindo.

 

A tampa do frasco é do tipo flip, fácil de abrir com uma mão só. Além disso, a tampinha serve como medida do produto. Recomenda-se o uso de 1 tampinha na banheira do bebê, o cheirinho da água fica delicioso!

 

A consistência do SOOTHING VAPOR é semelhante a de um sabonete líquido, ele é testado dermatologicamente e como todos os produtos da Johnsons, não arde os olhos.

 

Em 15 minutinhos de um banho bem quentinho com o SOOTHING VAPOR, o narizinho da criança já desentope.

 

A Johnson’s não recomenda o uso do SOOTHING VAPOR , por bebês menores de 3 meses de idade.

 

O unico problema é que não vende  nas farmácias do Brasil! Mas alguns sites que vendem com o preço bem puxado por sinal. Mas é um produto que vale muito a pena você que é mãe ter em casa.

Compartilhe este post com seus amigos:
Compartilhar esta página via Facebook Compartilhar esta página via Twitter
Leia Mais

Vamos falar sobre o Diu?

diu

Olá meninas hoje venho falar do Diu. O método, o mais eficaz contraceptivo reversível do mercado. Apesar de ser bem famoso poucas mulheres usam este método ainda.

Nestes últimos anos houve  um aumento do interesse das mulheres sobre DIUs. Parte da explicação tem a ver com boca-a-boca — mulheres que o recomendam para as amigas (ou escrevem sobre o dispositivo na internet) —, mas também tem a ver com uma mudança demográfica entre os médicos: na geração passada, a maioria dos ginecologistas eram homens, mas agora,  são mulheres. E 40% das ginecologistas que usam contraceptivos preferem o DIU, comparado com apenas 6% das mulheres em geral.

Eu acho bem melhor consulta com uma pessoa que vive as mesmas experiências que eu fico mais à vontade para falar e sei que como mulher entenderá bem o que digo. E foi assim com a minha médica quando falei da possibilidade  de usar o Diu ouvi minha  médica falar da sua própria experiência.

E isto então me animou muito.

A minha ginecologista disse “ que  apesar de a pílula ser mais comum e mais familiar, os DIUs “funcionam melhor e são preferidos pelas mulheres”.

Os ginecologistas e autoridades de saúde de ambos os sexos e idades também são fãs do DIU — gravidez não-planejada ainda é motivo de grande preocupação em nosso país. E os DIUs têm eficácia 20 vezes maior que a pílula ou adesivos na prevenção da gravidez, segundo estudos.

Estou muito animada para usar o Diu mas vou falar um pouco mais sobre ele.  O Diu básico é pequeno dispositivo em forma de “T” inserido no útero.  Aqui existe três tipos disponíveis: o Mirena e o Skyla usam hormônios que podem impedir a ovulação; engrossam o muco cervical, criando uma barreira; e criam uma parede fina que impede a implantação de óvulos fertilizados. O Paragard usa cobre, que é tóxico para o esperma e deixa as paredes uterinas “lisas”, ou seja, é difícil que um óvulo grude nelas.

Este pró é provavelmente o fator mais importante.Colocar e esquecer  é a grande vantagem do DIU. A pílula não tem um problema em si; ela falha simplesmente porque depende do fator humano. É preciso lembrar de comprar e tomar as doses diárias. E ela também pode sofrer de interações com outros medicamentos. Os DIUs simplesmente estão lá — não exigem manutenção nem atenção e garantem anos de proteção contra gravidez indesejada. Além disso, são reversíveis, ou seja, se você quiser ter um filho, basta retirar o dispositivo. Outo fator é o tempo no podemos estar protegidas,  o Skyla para um uso de três anos, o Mirena para cinco e o Paragard para até 10 anos.

Foi feito estudos sobre métodos anticoncepcionais  permitindo que mulheres usassem, sem custo, o método anticoncepcional de sua escolha. Depois de um ano, eles observaram como andava o uso dos contraceptivos entre as mulheres que não queriam engravidar mas continuavam sexualmente ativas. Como o custo não fazia parte da equação, os pesquisadores determinaram que a continuidade dependia apenas de preferência pessoal e conveniência.

Entre as usuárias de DIU, o uso continuado por um ano foi de 88%; entre as que escolheram a pílula, perto de 50%.

Contra: Exigem um procedimento clínico (que pode ser doloroso)

Ginecologistas e algumas enfermeiras podem inserir o DIU. O procedimento exige dilatação da cérvix, que é a abertura do útero. Muitas mulheres sentem dor, e algumas sentem tontura ou até desmaiam depois da colocação.

Muitas mulheres usam DIU porque tiveram más experiências com os efeitos colaterais dos hormônios contraceptivos, particularmente o estrógeno, que pode ter efeitos sobre o humor e a libido e levar ao aparecimento de acne e coágulos sanguíneos. O DIU de cobre é completamente livre de hormônios. Mas o Mirena e o Skyla também são diferentes de outras formas de contracepção baseadas em hormônios, pois não contêm estrogênio e liberam a progesterona localmente, com baixíssimas quantidades do hormônio são liberadas no sistema circulatório.

A razão pela qual as mulheres retiram o DIU antes do previsto tem a ver com mudanças na menstruação. Muitas mulheres que usam Paragard têm fluxos mais intensos, especialmente nos primeiros meses. Algumas relatam cólicas mais fortes.

O Mirena, por outro lado, pode causar fluxos muito pequenos, e às vezes até mesmo nenhum fluxo; 20% das mulheres que usam esse tipo de DIU não menstruam e, para muitas delas, essa é uma vantagem.  Que alegria não menstruar todo mês.

Outra razão pela qual as mulheres param de tomar a pílula ou tomam de forma irregular é o custo: pode ser difícil comprar o anticoncepcional todo mês. Um DIU exige um certo investimento logo de cara, mas, ao longo de um ano, o custo é comparável ao da pílula, dos adesivos e dos anéis. Ninguém merece todo mês compra e não se esquecer todos os dias de tomar a pílula. Como o DIU pode durar até dez anos, é uma economia considerável. Estou mesmo disposta a colocar o Diu assim que estiver com ele vou observar para trazer minhas considerações aqui pra vcs. Bjuss e até o próximo post.

Compartilhe este post com seus amigos:
Compartilhar esta página via Facebook Compartilhar esta página via Twitter
Leia Mais

Cafezinho aliado à dieta, como assim?

 

google imagens

google imagens

Olá meninas vocês já ouviram falar do café Marita, bom eu provei e é muito gostoso mas ele pode ser usado para quem está de dieta e não consegue parar de tomar aquele cafezinho gostoso. Vou tentar explicar melhor para vocês mas vamos a descrição do fabricante:

O Café Marita é um café solúvel e contém CAFÈ ARÀBICO (tipo A, exportação), ERVA MATE, e GARCINIA CAMBOJA, um componente que enquanto QUEIMA sua gordura lhe devolve ENERGIA SUSTENTÁVEL. Por quê Sustentável? Por que ela usa SUA GORDURA para gerar energia. E a alimentação comum faz o oposto, angaria gordura e armazena para ser usada, mas como temos uma vida desregrada e sedentaria pouco se usa este energia, além de não termos acesso as vitaminas que a Erva Mate, também contida no café trazem, são elas: Vitaminas A, B1, B2, C e E, e por isso atua como antioxidante, diurético, laxante suave, estimulante e afrodisíaco.

Parece maravilhoso não? Mas quero explicar porque este café vem ganhando destaque por causa da Garcinia Cambogia que tira a fome e a vontade de comer doces.

É uma planta do sul dda África e Polinésia, cujo o fruto contém ácido hidroxicitrico (AHC) que faz este efeito. É lógico que só o consumo deste café não adianta em nada, mas é um aliado para quem está fazendo uma dieta e tem uma vontade imensa de comer doces.
Pesquisei sobre a ação do AHC no organismo e descobrir:
* Diurética, facilita a eliminação de líquido pela urina;
* Rica em fibras, auxilia no funcionamento o intestino;
* Inibe a ação da enzima liase, responsável pela formação da gordura pelo fígado;
* Ajuda a absorver a gordura no sangue, melhorando os níveis de colesterol;
* Inibe o apetite, pela redução do hormônio orexina,
* A planta atua no centro da fome, diminuindo o apetite, sem agir no sistema nervoso central,
* A Garcinia cambogia acelera a queima de calorias (processo chamado de termogênese) e previne o acúmulo de gordura no sangue na forma de triglicérides.
Consulte o seu nutricionista e veja a opinião dele sobre o assunto e se for bom para você por que não tomar. Espero que gostem e até o próximo post!

Compartilhe este post com seus amigos:
Compartilhar esta página via Facebook Compartilhar esta página via Twitter
Leia Mais