O que é Gorduras Trans

O que é a gordura trans?

A gordura trans é o nome dado à gordura vegetal que passa por um processo de hidrogenação natural ou industrial.
“Algumas carnes e o leite já têm essa gordura, mas em pequena quantidade. A gordura vegetal hidrogenada faz parte do grupo das gorduras trans e é a mais encontrada em alimentos. Ela começou a ser usada em larga escala a partir dos anos 1950, como alternativa à gordura de origem animal, conhecida como gordura saturada.
Acreditava-se que, por ser de origem vegetal, a gordura trans ofereceria menos riscos à saúde. Mas estudos posteriores descobriram que ela é ainda pior que a gordura saturada, que também aumenta o colesterol total, mas pelo menos não diminui os níveis de HDL no organismo. Em geral, as gorduras vegetais, como o azeite e os óleos, são bons para a saúde. Porém, quando passam pelo processo de hidrogenação ou são esquentadas, as moléculas são quebradas e a cadeia se rearranja. Essa nova gordura é que vai fazer todo o estrago nas artérias. Esse processo de hidrogenação serve para deixar a gordura mais sólida. E é ela que vai fazer com que os alimentos fiquem saborosos, crocantes e tenham maior durabilidade. O grande desafio atual da indústria é encontrar uma alternativa mais saudável à gordura trans, sem que os alimentos percam suas propriedades.
Diferença entre gordura saturada, insaturada e trans Gordura Saturada?
E de origem animal considerada a gordura ruim. Está presente nas manteigas, nos embutidos, nas carnes de peixe, frango e boi.

Gordura Insaturada?

É produzidas dos grãos e frutas é considerada a gordura boa. Estas se divide em dois grupos:
monoinsaturada e poli-insaturada. Estão presentes nos óleos vegetais e azeites, nos grãos como a soja, milho, amendoim e canola, no açafrão e nas frutas, inclusive no abacate.

Gordura Trans?

É um tipo de gordura formada por um processo químico chamado de hidrogenação, no qual óleos vegetais líquidos são transformados em ácido graxo trans, uma gordura sólida.
É encontrada na margarina, biscoitos, batatas fritas, sorvete e salgadinhos de pacote, o consumo diário nao pode ultrapassar 02 grama, causa danos a saúde como aumentar o colesterol ruim.

Quais os malefícios da gordura trans

As gorduras trans são sintetizados durante o processo de hidrogenação dos óleos vegetais . Os ácidos graxos trans aumentam o LDL (colesterol ruim) e reduzem o HDL (colesterol bom), aumentando assim a razão LDL-C/HDL-C e, da mesma forma que outros ácidos graxos, aumentam os triglicerídeos .
A principal fonte de ácidos graxos trans na dieta é a gordura vegetal hidrogenada . Não há consenso em relação à quantidade máxima permitida na dieta, no entanto, recomenda-se que a ingestão de gordura trans deva ser menor que 1% das calorias totais da dieta.

O que vale mais?

Para não exceder o limite da ingestão diária recomendada de 2 g, não deixe de olhar os rótulos dos produtos. Antes de pensar em consumi-los, veja quais são os alimentos campeões de gorduras trans:
saude

FONTE: FOOD AND DRUG ADMINISTRATION (FDA), 2003 / TRABALHO SAUDE-PIMENTEL. ET AL. 2003.

Compartilhe este post com seus amigos:
Compartilhar esta página via Facebook Compartilhar esta página via Twitter
Leia Mais

Começar o Dia

Virtuosas achei super interessante…
Começar o Dia!
Não interessa se você começa o dia com o pé direito
ou esquerdo,
o que importa é que; após os pés no chão
você caminhe confiante,
pois o mundo será bem melhor.
Seria uma alegria para todos,
se os seus passos fossem para frente,
se os obstáculos fossem removidos e não saltados,
se suas marcas, seus atos fossem endereçados
para a Paz.
Não interessa se seus pés são grandes e fortes,
mas, se eles suportam todos os problemas no dia.
Na realidade … não interessa seus pés!!
O importante é você ser o que é…
Vivendo a verdade!
O principal é viver cada dia com o coração aberto
para dar e receber!
Fazer do seu coração uma porta sempre aberta…
Se você fizer tudo sempre com vontade e amor,
a sua consciência estará sempre tranquila.
Se você ainda não souber sorrir e chorar,
cair e levantar,
é porque ainda é capaz de amar.
Se você não é robô,
indiferente aos irmãos…
Você tem possibilidades de viver este dia,
com
Esperança e Amor.
(Paulo Madruga)
Um ótimo dia para todos!!!
Compartilhe este post com seus amigos:
Compartilhar esta página via Facebook Compartilhar esta página via Twitter
Leia Mais

Tipos de Lâmpadas

Olá meninas hoje vim falar sobre um assunto que às vezes passa despercebido em nossas casas, mas que pode influenciar nas nossas contas de energia no final do mês.

São os tipos de lâmpadas que usamos para iluminar nossos lares.

Você sabia que é possível reduzir a sua conta de luz apenas entendendo um pouco de iluminação?

Segundo especialistas a iluminação das residências são responsáveis por 20%  do total da nossa conta de energia.

Existem alguns tipos de lâmpadas disponíveis no mercado, vamos entender um pouquinho sobre cada uma delas?

Lâmpadas Incandescentes:

incanSão as lâmpadas mais antigas, por serem de baixa eficiência apenas 5% da energia elétrica consumida é transformada em luz, o restante é transformado em calor.

Serão substituídas por lâmpadas fluorescentes ou de leds.

Aqui no Brasil já temos prazo para dar o fim a essas vilãs da energia, a sua comercialização só será permitida até o dia 30 de junho de 2014.

 – Vantagens:

  • Menos distorção as cores (maquiadoras de plantão adoram)

- Desvantagens:

  • Produz Calor
  • Gastam muita energia para produzir muito calor e pouca luz
  • Aconchegante

 Lâmpadas Fluorescentes:

fluoSão as mais utilizadas atualmente, pois possuem uma boa eficiente com baixo consumo de energia.

- Vantagens:

  • Duram de 06 a 08 vezes mais que a lâmpada incandescente
  • Produz menos efeito de sombra
  • Não produzem calor
  • São encontradas em diversas cores

- Desvantagens:

  • São mais caras que as incandescentes

Lâmpadas de LED:

ledSão lâmpadas modernas que convertem energia elétrica diretamente em iluminação, através de pequenos chips.

- Vantagens:

  • Baixo consumo de energia
  • Vida útil muito longa
  • Não emitem calor
  • Possui várias cores
  • Ecológica (consome pouca energia e tem vida longa)

- Desvantagens:

  • O valor ainda é muito elevado no Brasil

Dicas para economizar na conta de Energia:

– Dê preferência para lâmpadas fluorescente ou led para ambientes que necessitem utilizar luz acessa por mais de 4 horas por dia.

– Utilize spots para leitura, trabalho além de ser mais confortável economiza.

– Pinte o teto e as paredes internas com cores claras, as ditas off-white que refletem melhor a luz, diminuindo a necessidade de iluminação artificial.

– Utilize luminárias de tetos, pendentes, lustres transparentes sempre que possível.

– Limpe regularmente as luminárias e as lâmpadas, pois com o tempo, o acumulo de pó reduzirá a iluminação do ambiente.

– Coloque mesas, lugares de leitura ou trabalho perto das janelas.

Vou ficando por aqui virtuosas, logo voltaremos com um post sobre como utilizar cada uma das lâmpadas existentes…

Beijos

Compartilhe este post com seus amigos:
Compartilhar esta página via Facebook Compartilhar esta página via Twitter
Leia Mais